Dia Mundial do Rock!

Algumas pessoas podem pensar que música existe apenas para entretenimento.  Entretanto, um dia em especial revela que por trás das canções, pode sim existir uma causa maior.

Comemorado no dia treze de julho, o Dia Mundial do Rock (que de mundial não tem nada, pois é comemorado somente no Brasil) começou de forma bem peculiar. Preparamos um post especial para desvendar o mistério que levou à sua criação.

COMO TUDO COMEÇOU

Em 1984, a Etiópia passava por graves problemas com a população. Muitas pessoas estavam morrendo de fome e as imagens que chegavam até os outros países eram do tipo que faz você se contorcer por não estar fazendo algo por elas.

Você deve estar se perguntando o que isso tem a ver com rock. Acontece que neste mesmo ano, o músico irlandês Bob Geldof estava em sua casa assistindo a essas imagens e resolveu ajudar fazendo o que faz de melhor: lançando uma música. No entanto, não era famoso o suficiente para que sua ideia alcançasse muita gente. Logo, pediu ajuda para o vocalista do Ultravox. Juntos, lançaram a canção “Do They Know It’s Christmas? ” e deram uma entrevista no canal BBC pedindo a ajuda de mais famosos, para que a canção chegasse mais longe e logo arrecadasse mais dinheiro. E deu certo, afinal vários cantores ingleses famosos se juntaram e regravaram a música (que você pode ouvir clicando aq­ui).

A repercussão foi tão grande que chegou aos Estados Unidos. Nosso herói Bob Geldof foi parar em um estúdio com nada menos do que Michael Jackson, Bruce Springsteen, Ray Charles e outros grandes nomes da música americana. Com a mesma ideia, o grupo americano lançou a música “We Are The World” (que você pode ouvir clicando aqui). Cantores por todo mundo aderiram a causa, o que inspirou Bob a criar mais um jeito de ajudar a África: o Live Aid.

live aid 3Acontecendo simultaneamente na Inglaterra e nos Estados Unidos no dia 13 de julho de 1985, os shows, que contaram com a presença de Elton John, The Who, U2, Paul McCartney, Queen, entre outros (na Inglaterra), e Madonna, Led Zeppelin, Bob Dylan, parte do Rolling Stones, Phil Collins e muito mais (nos EUA), arrecadou cerca de 283.6 milhões de dólares para a caridade e provou que a música tem a capacidade de unir o mundo em busca de um lugar melhor para todos.

Viva ao Rock!

Milena Moura

Consultora Criativa

Comments are closed.